top

 

 

 

MM18 Arquitetura

 

Marcos Paulo Caldeira
Mila Strauss

 

 

Fundado em 2008, o escritório busca a versatilidade de atuação e a participação em todo processo de desenvolvimentos de projetos, entendendo suas peculiaridades e o potencial dos locais de intervenção para chegar ao melhor conceito, funcionalidade e identidade.

 

55 11 3892-3164 | @ | WEB

 

 


 

 

• Arquitetura
 Interiores

Aeroportuária

 

 

 

SCI do Aeroporto Internacional de Guarulhos | Guarulhos / SP

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Pedro Vannucchi

 

 

 

Atualização da seção de combate à incêndios a deixou apta a receber equipamentos de última geração e para atender ocorrências com aviões de grande porte; programa conta com sala de estudos, biblioteca, refeitório e área de descanso.

Com o objetivo de preparar o posto de combate de incêndio para eventualidades com aviões de grande porte, como o Airbus A380, e para receber caminhões e equipamentos de última geração, o novo espaço fica em frente à pista principal do Aeroporto.

 

Maior aeroporto em movimento do Hemisfério Sul, por onde passam cerca de 40 milhões de passageiros por ano, o Aeroporto de Guarulhos opera em nível de prevenção contra incêndio categoria 10 - o maior nível previsto em âmbito mundial.

O programa conta com sala de estudos, biblioteca, escritório, academia, área de descanso, refeitório, estacionamento para todos os caminhões dos bombeiros, uma torre e um pátio central onde os bombeiros fazem treinos ao ar livre, também disponível para primeiros socorros. Além disso, uma área de reabastecimento dos caminhões está posicionada embaixo do cilo.

 

O projeto teve rápida execução, é todo feito em estrutura metálica e fechado em placa cimentícia, com destaque para a cor vermelha nos pisos e paredes, e também previu uma rua nova entre o prédio e o aeroporto, resolvendo os fluxos.

 

 


 

Interiores

Corporativo

 

 

 

Sede da PerkinElmer | São Paulo / SP

 

 

O escritório MM18 Arquitetura assina o projeto da sede da multinacional PerkinElmer em São Paulo. A empresa é líder global em tecnologia e no setor de serviços de laboratório ao fornecer soluções para criar, executar e automatizar um laboratório.

Com mais de 75 anos de história, o projeto para a sede da empresa no Brasil, localizado em um prédio comercial na capital paulista próximo à Marginal Tietê, buscou salientar sua solidez e atributos e imprimiu ao novo espaço áreas mais humanizadas, como a adoção do verde dentre das salas de trabalho. Desenvolvida pelo MM18, uma luminária com cachepô perpassa todo o ambiente, levando o verde também para dentro do escritório.

Com 1.500 m², no térreo está o depósito, cujo projeto exigiu especificidades técnicas que acomodassem de forma segura todos os produtos, e também os laboratórios, local onde a empresa recebe clientes para demonstrações, café; salas de reunião e um auditório para workshops e palestras, que acomoda cerca de 100 pessoas.

No andar superior, ao adentrar o escritório, é possível avistar as mesas de trabalho – com a iluminação verde em todo o ambiente -; as salas das Gerências e Presidência revestidas de vidro para melhor interação entre todos, e acomoda também a área de TI, depósito e outra área para cafés.

Com um briefing de custo baixo e diversas especificidades nas instalações para uso da indústria dentro do escritório corporativo, como câmera fria para guardar materiais, o projeto para a PerkinElmer buscou mesclar tradição, técnica e humanização do espaço.

Ficha:
PerkinElmer do Brasil
Arquitetura – MM18 Arquitetura – Mila Strauss e Marcos Paulo Caldeira
Coordenação - Larissa Burke e Fabiane Sakai
Colaboradores – Marcella Nery, Felipe Faulin e Fillipe Batazza
Ano de conclusão - 2014
Localização – São Paulo, SP
Metragem: 1.500 m2
Mobiliário: COD
Luminotécnico: MM18 Arquitetura
Fotografia – Ali Karakas

 


 

Interiores

Residencial

 

 

 

Apartamento Paulista | São Paulo / SP

 

 

No coração da Avenida Paulista, em São Paulo e de frente ao mural de Oscar Niemeyer desenhado por Kobra -, a arquiteta Mila Strauss vive com sua filha Hannah, de 3 anos, em um apartamento de 300m² dos anos 60, repleto de histórias e que teve sua avó como primeira moradora.

Para a reforma, buscou imprimir a cara do MM18 Arquitetura, escritório que comanda ao lado de Marcos Paulo Caldeira, e que é reconhecido por revitalizar prédios antigos – como o Mirante 9 de Julho e o Cine Joia – e por diversos projetos de intervenção urbana e retrofit.

A principal mudança promovida pela reforma aconteceu no hall de entrada, antes usado para acolher casacos e bolsas e que hoje está integrado ao living. O antigo carpete na área de jantar foi retirado e revelou o taco original do apartamento intacto, restaurado pela arquiteta.

Na cozinha, o piso dos anos 1960 também foi restaurado e algumas paredes e vigas foram descascadas deixando o concreto aparente. A marcenaria e o projeto de iluminação foram redesenhados e a lavandeira foi integrada à cozinha por meio de portas de correr.

Na sala, uma arandela verde dá um toque lúdico ao espaço e no chão tapetes importados pelo avô de Mila. A estante abriga aparelhos e caixas de som retrô. No quarto, presença marcante da madeira em composição com o papel de parede assinado por Catalina Estrada.

No décor, alguns móveis de família foram preservados e outros substituídos para trazer toque de cor à marcenaria predominante. A reforma de três meses modernizou o apartamento, mas com o cuidado de preservar a planta original que a arquiteta sempre gostou. O resultado é um lar cheio de memória afetiva, vintage e funcional.

Ficha:
Apartamento Paulista
Arquitetura: MM18 Arquitetura
Fotos: Ali Karakas
Fornecedores:
Poltronas: Zalzupin
Papel de parede: Wallpaper
Marcenaria: Laurel
Decor: móveis antigos da família
Cerâmica banheiro: Mila Strauss

 


 

Arquitetura

Corporativo

 

 

 

Nova Quest | Alphaville / São Paulo

 

 

 

Uma construção de lajes grandes, de mil metros quadrados – algo raro na região de Alphaville (SP) – foi o pedido do cliente ao MM18 Arquitetura, dos sócios Mila Strauss e Marcos Paulo Caldeira, para o projeto do edifício corporativo Nova Quest. Outra demanda era que a construção precisava ser rápida. Com essa necessidade, o sistema construtivo adotado foi a construção em concreto pré-moldado e com revestimentos metálicos.

Nesse cenário, o grande desafio foi agregar valor estético ao Nova Quest. A inspiração do MM18 veio de um estilete e sua lâmina com ângulos agudos e horizontais, sendo esses ângulos em formato de trapézio e bem afiados – estética que pode ser vista na forma do edifício construído. Pensaram ainda em fazer dois edifícios e um elevador no meio, mas chegaram a uma proposta melhor de unir as lajes e dividi-las em duas.

Logo, a montagem foi como um quebra-cabeça. A estrutura com pilar, em uma peça única em todos os pavimentos, foi instalada. Depois veio a viga e depois a laje. O edifício tem três pavimentos, mais o térreo, em uma área total de 6 mil m².

Além do vidro – para aproveitar a luz natural -, os materiais predominantes foram as telhas metálicas e os elementos vazados em concreto. O projeto luminotécnico é do MM18, que adotou uma tubulação amarela em toda iluminação do prédio. Construído para o próprio investidor receber sua empresa, os outros andares ficaram disponíveis para locação. No térreo, foram instalados restaurantes, lojas e outros comércios. Construído nos moldes de um galpão, o Nova Quest foi uma construção de baixo custo.

Ficha
Arquitetura: MM18 Arquitetura
Local: Alphaville, São Paulo, Brazil
Ano: 2016
Fornecedores
Luminotécnico – MM18 Arquitetura
Gerenciamento de Obra – Construtora Sentec
Materiais - Vidro, telha metálica, concreto, revestimento em telha metálica e elementos vazados em concreto
Fotografias: Pedro Vanucchi

 


 

Arquitetura

Comercial

 

Brastemp Experience | São Paulo / SP

 

 

O escritório MM18 Arquitetura assina o projeto do espaço Brastemp Experience, um local criado com a intenção de expor os produtos mais premium e aproximar os consumidores da marca ao proporcionar experiências e compartilhar conhecimentos, por meio de cursos e eventos focados, principalmente, no segmento de gastronomia.

O projeto foi pensado conectando a tradição e a visão de futuro da Brastemp. Para isso, um galpão foi escolhido representando a parte antiga e tradicional da marca e com intervenções cenográficas, paredes sem ângulos retos – desconstruídas – e painéis retroiluminados, uma intervenção contemporânea se revela baseada no branding atual da marca.

Neste sentido, um percurso demarcado por iluminação e desenho de piso permite o passeio pelos ambientes e aos poucos a vivência e experiência da marca. Ao percorrê-lo, o visitante percebe uma galeria que representa toda a história e tecnologia aplicada aos produtos Brastemp por meio de uma sala museu e uma sala de projeção mapeada, precedida de uma área com painéis retroiluminados dedicada à linha Vitreous, composta por eletrodomésticos com design sofisticado e acabamento em vidro branco.

O Café que se conecta ao jardim ao fundo é o espaço mais social da casa, com ambientes demarcados para exposição e experimentação de alguns produtos da Brastemp, como as novas cores do Frigobar Retrô e a B. blend, primeira plataforma de bebidas em cápsulas all-in-one do mundo.

No piso superior, foi instalada uma cozinha funcional com produtos da linha Gourmand e dedicada aos cursos e eventos de gastronomia. Além disso, possui uma área voltada para arquitetos e idealizada para estreitar as relações com os profissionais desse segmento.

Toda a escolha de mobiliário, design e arte foi, cuidadosamente, pensada de forma a fazer o consumidor de Brastemp vivenciar a conexão entre esses distintos mundos e a marca, baseados nos mesmos princípios de buscar o novo sem perder a conexão com o tradicional.

Ficha: Brastemp Experience
Arquitetura – MM18 Arquitetura – Mila Strauss e Marcos Paulo Caldeira
Coordenação - Larissa Burke e Fabiane Sakai
Colaboradores – Marcella Nery, Felipe Faulin e Fillipe Batazza
Ano de conclusão - 2017
Localização – São Paulo, SP I Rua Dr. Melo Alves, 651. Jardins, SP
Área construída – 669,00 m²
Materiais - Corten, madeira, inox e cimento queimado
Revestimentos parede - painéis cenográficos em madeira revestido com folha de madeira natural e painel Hunter Douglas
Piso – Tecnocimento (nsbrasil) e chapa metálica com pintura eletrostática
Objetos de decoração - Marche art de Vie
Mobiliário - Breton
Acabamentos – Mekal / Hunter Douglas / Un cenografia
Marcenaria - Un Cenografia
Iluminação – La Lampe
Paisagismo – Feiga Strauss
Fotografia -Tomás Cytrynowic

 


 

 

 

Buscar no Portal>>

 

 

©Jizcom / www.arqbrasil.com.br  - O espaço da arquitetura brasileira