Airton Pimenta

 

 

55 11 3676-0214

 

 

@  |  WEB

 

 

Jardim


Jardim | Angra dos Reis / RJ

 

 

Airton Pimenta ilumina Jardim Paradisíaco em Angra


São Paulo, agosto de 2009 - Consagrado entre arquitetos e light designers do Brasil e do mundo, Airton Pimenta assina grandiosos projetos de iluminação residencial. Recentemente, foi responsável por desenvolver o projeto de um jardim com alto grau de modernidade e eficiência energética. A antiga iluminação do local, composta por lâmpadas halógenas e incandescentes, agora conta com LEDs da OSRAM, que são produtos mais versáteis e eficazes.


O jardim está localizado em um local paradisíaco conhecido como Ilha Grande, município de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, e tem uma área de, aproximadamente, 7.000 m². Além de uma vasta área verde, tem um píer e inúmeras pontes que dão um ar mais luxuoso ao lugar.


O light designer Airton Pimenta, sempre com a intenção de valorizar ainda mais a bela paisagem do local, projetou uma iluminação única, que enfatizou os principais pontos do jardim. Seu foco foi utilizar os produtos que contam com a tecnologia de LEDs da OSRAM como a linha LINEARlight®-DRAGON e DRAGONeye, que são bastante flexíveis para as aplicações. "Todas as luminárias que eu crio são específicas para cada ocasião. Nesse projeto, tive que mudar o padrão de iluminação, uma vez que as antigas lâmpadas e luminárias não agradavam ao cliente. Sendo assim, optei pelos LEDs que, além de modernos, facilitam a criação de diferentes luminárias e efeitos", afirma o especialista.


Um dos grandes destaques da obra foi o píer. Nele, Pimenta utilizou luminárias com LEDs azuis como luz de balizamento e foi além. Ao invés de utilizar a luz para iluminar diretamente o piso feito de madeira, preferiu direcionar as luzes para as águas transparentes do mar, proporcionando um efeito "tapete" com a iluminação, que pode ser percebido por quem caminha sobre o píer. As pontes, a pedido do proprietário, também foram priorizadas. Pequenas luminárias com LEDs DRAGONeye® destacam cada passagem sobre os pequenos riachos que atravessam a propriedade.


O light designer ressalta ainda que a economia de energia proporcionada pelos LEDs não estava no planejamento. "Quando o cliente chegou para visualizar os resultados e veio me parabenizar pelo trabalho, ele estava contente com o efeito visual. Quando informei-lhe que a iluminação do jardim agora consumia 200W ante os 6.000W do projeto anterior, ele ficou ainda mais satisfeito com o investimento", conta o Pimenta.


Por fim, a durabilidade e a miniaturização da iluminação também foi o foco do especialista. "Minha intenção era integrar a luz com o paisagismo. Quanto menos visíveis fossem as luminárias, mais interessantes seriam os efeitos finais. Nesse sentido, os produtos da OSRAM ajudaram a proporcionar bons resultados", finaliza Airton Pimenta.