Angela Lopes Arquitetura e Interiores

 

 

 

55 11 3064-2478

3063-0145
.

@  |  WEB

 

 

Corporativo

 

Escritório da Quartos & Etc | São Paulo, SP

 

 

Escritório da Quartos & Etc
Para uma loja de móveis, cuidar de suas instalações administrativas com o mesmo zelo que cuida de seu showroom é quase uma obrigação. Foi o que fez a detentora da marca Quartos & Etc e Quartos & Etc bebê. A empresa, que acaba de transferir seu novo escritório para a região da avenida Paulista (SP), promoveu uma decoração clean e moderna visando a comodidade de quem lá trabalha, além de funcionar como um verdadeiro cartão de visitas para parceiros comerciais.


A arquiteta responsável pelo projeto de reforma da unidade, Angela Lopes, tinha como desafio zelar pela plástica e funcionalidade, já que o cliente também é da área de decoração. "Como o conjunto estava muito danificado, foi preciso reformá-lo por inteiro. Desde hidráulica, elétrica, forro de gesso, piso, paredes, banheiros, tudo foi totalmente repaginado", explica.


No conjunto de 130 m2 de área útil, o grande desafio era fazer uma divisão do espaço que gerasse integração e ao mesmo tempo delimitasse áreas para funções definidas, com requinte nas divisões e buscando a preservação da luz natural. Para isso foram levantadas paredes de drywall, complementados com divisórias de vidro do tipo sanduiche com persianas embutidas, que deram leveza, amplitude e claridade ao ambiente como um todo.

 

Móveis claros, parede e chão todo branco na área de circulação e de serviço e carpete em fibra bege nas salas completam o clima de leveza. Desta forma, foi possível criar dois cenários distintos: um para o dia, onde a claridade externa invade todas as áreas de trabalho com preservação do bem estar; e outro para ser usado quando a luz externa é mais precária, com adoção de iluminação de foco em locais de atividade e decorativa em pontos específicos para garantir o conforto visual. Com esta estratégia foi possível embelezar o espaço e racionalizar o consumo de energia.


Como o projeto luminotécnico foi feito junto com o arquitetônico e decorativo, foi possível tirar maior aproveitamento dos efeitos da luz, visto que já havia sido previamente definido o que se pretendia valorizar. "Cada ponto de luz foi estrategicamente colocado, pois o projeto já definia se a intenção era valorizar um objeto, dar foco a uma área de circulação ou estimular uma estação de trabalho", explica o lighting designer e coordenador do Centro de Treinamento da Golden Leandro de Barros. Todas as fontes de luz usadas foram fornecidas pela Lâmpadas Golden. Optou-se por spots embutidos, como uma boa solução plástica em iluminação.

Ficha
Projeto arquitetônico: Angela Lopes Arquitetura e Interiores
Projeto luminotécnico: Leandro de Barros
Crédito fotografia: Rubens Campo

 


 

   

 

 

©Jizcom / www.arqbrasil.com.br  - O espaço da arquitetura brasileira